Loading...

segunda-feira, 8 de julho de 2013

"A gente só colhe o que semeia"



Sei que tem gente que não gosta dessa frase: "A gente só colhe o que semeia".
Mas é justamente para essas pessoas que estou escrevendo!
Essa frase não tem nada de errado, e aliás, é muito sábia!
Se você plantar jaca, não nascerá kiwi!
De forma alguma! Impossível!


 Mas como aproveitar essa frase para nós? Essa é a questão que muitas pessoas não entendem, e acabam não entendendo o sentido, e por isso não gostando!
Tentarei ser direto!
Atribuem a um grande Mestre que esteve no planeta, talvez o maior de todos entre nós, o Mestre Jesus Cristo, falando sobre as Escrituras Sagradas, a seguinte frase:
"Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes. Marcos 12:30-31


 
Entendo que a maioria que sofre, entende de forma errada a frase acima!
"Amar ao próximo, como a ti mesmo!"
Mas, você se ama? De verdade?
Se respeita? Se perdoa?
Tem uma auto estima alta?
Ou deixa isso para os outros fornecerem a você???
Aí que está o erro fatal!
Se você não se ama, como amar? E como merecer receber amor de volta?
Se você não se respeita, como respeitar? E como merecer respeito de volta?
E por aí vai...

Então plante, semeie em seu coração primeiramente o amor, o perdão, o respeito próprio, a felicidade, que aí sim, resultará em colheita proveitosa!


Aí sim receberá de volta esse amor, esse carinho, esse respeito!
Mas lembre, tem que vir de dentro, para fora!
Não de fora para dentro!
Tem que plantar kiwi, para nascer kiwi.
Tem que se amar, para ser amado!
Lembre-se: "Amar ao próximo, como a si mesmo"; e não amar o próximo, para ver se ele me ama também!
Até por que, se você se ama, se respeita, se amar alguém como se ama, e essa pessoa não fazer por merecer esse amor, justamente por essa segurança interna de se amar, de se perdoar, de ter auto estima, de se respeitar, ficará fácil dizer NÃO!
E tirar essa pessoa do caminho!
A gente passa a ter coragem de fazer isso, quando nos amamos!
Ah...mas vai ter pessoas que vão te chamar de "egoísta", "egóico", "egocêntrico"... mas isso é só manobra para te desestabilizar... porque na verdade egoísta é quem quer receber primeiro amor, para depois dar! Esse sim é egoísta!
E manipulador. Quer te dominar!
Não aceite!
Como?
Amando o próximo? Sim!
Como? Como a si mesmo!
Da forma que se ama!
Pois existe uma Lei inexorável aí: " A vida te trata como você se trata".
Pergunto a você que reclamava: "Será que semeia certo o amor na sua vida? No seu coração primeiro?"
Ou espera dos outros??

- Mauricio Franchi -



Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento.
E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes.

Marcos 12:30-31

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Amor acaba?





Amor sem respeito, acaba!
Amor sem carinho, acaba.
Amor sem beijo na boca, acaba.
Amor sem sexo, acaba.
Amor sem parceria, acaba!
Amor sem química, acaba!
Amor sem comprometimento, acaba!
Amor sem paciência, acaba!
Amor sem admiração, acaba!
Amor sem novidade, acaba!
Amor sem abraço, acaba!
Amor sem tudo isso acima, acaba...acaba caindo na mesmice, na rotina!
 



Amor sem comunicação, acaba mesmo, porque se tornam pessoas diferentes, não conversam para renovar, retomar esse sentimento!
Se tornam estranhas debaixo do mesmo teto, na mesma cama!
Passam a ter objetivos de vida diferentes!
Porque passaram a ser diferentes!
Perderam os elos de ligação!



Aí quando percebemos que o amor se foi, nem reconhecemos mais a pessoa que estamos com ela!
Nem sabemos mais porque estamos com ela!
Nem lembramos mais, o que nos fez ficar com ela!
E aí então, não queremos mais ficar com ela!
E não entendemos o que aconteceu...
Não entendemos mais porque o perfeito, virou defeito!
Porque o amor, virou rancor!
Às vezes até negamos que tenha sido amor...
...porque só resta o torpor, o terror, o amargor, o bolor!
Nada mais resta a fazer, a não ser cada um se recompor...
Até quando passar a dor...
...e vier outro amor!

- Mauricio Franchi -